Polícia turca detém 20 mulheres durante protesto em Ancara

Foto: Adem ALTAN / AFP)

A polícia turca deteve 20 mulheres por participarem, em Ancara, numa manifestação contra o julgamento de 33 feministas que enfrentam penas de prisão que podem chegar até aos três anos.

As feministas, pertencentes à Plataforma de Mulheres de Ancara, tinham sido detidas em agosto de 2020 por terem protestado quando a Turquia anunciou a intenção de abandonar a Convenção de Istambul sobre a Prevenção e Luta contra a Violência sobre as Mulheres e contra a Violência Doméstica.

A decisão turca de abandonar a Convenção de Istambul foi concretizada em março passado e tornar-se-á efetiva a 1 de julho próximo.

Cerca de uma centena de pessoas concentrou-se, esta segunda-feira, diante do tribunal penal de Ancara para apresentar uma declaração de protesto antes da abertura do julgamento, após o que a manifestação foi dispersa pela polícia, que utilizou granadas de gás lacrimogéneo.

Após a intervenção da polícia, os advogados de defesa apresentaram uma ação judicial contra as forças de segurança por terem empurrado e supostamente agredido manifestantes e advogados envolvidos no processo judicial.

O tribunal, entretanto, decidiu adiar a primeira audiência para 26 de novembro, com o Ministério Público a pedir três anos de prisão por “oposição à lei de manifestações e marchas de protesto”.

Fonte: JN

Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
free online course
download huawei firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy paid course

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!