DGArtes já pré-seleccionou cinco curadorias para a participação portuguesa na Bienal de Arte de Veneza

Fonte: Lusa

O concurso limitado para a escolha do projecto curatorial e expositivo da representação de Portugal na 59.ª Bienal de Arte de Veneza, que terá lugar em 2022, foi lançado esta quinta-feira em Diário da República​, com um atraso de dois meses em relação ao prazo previsto. De acordo com o aviso, os curadores convidados a apresentar candidatura são Bruno Leitão, Filipa Oliveira, Paula Nascimento, Sara Antónia Matos e a dupla constituída por João Mourão e Luís Silva.

O montante disponível para o concurso, de 350 mil euros, reparte-se entre este ano (240 mil) e o próximo (110 mil).

O prazo para apresentação das candidaturas é 24 de Setembro e a comissão de apreciação dos candidatos é constituída por Sofia Isidoro, da Direcção-Geral das Artes (DGArtes), que coordena, pelos especialistas Ana Cristina Cachola, Giulia Lamoni e Nuno Crespo (crítico de arte do PÚBLICO), como membros efectivos, e por Catarina Rosendo e Constanza Ronchetti, como suplentes.

Segundo o mesmo documento, “o curador (individual) convidado pode apresentar candidatura em nome individual ou enquanto parte de uma equipa curatorial (grupo informal)”. 

Em Julho, quando questionada sobre o concurso que deveria ter sido lançado até Junho, a DGArtes confirmou ter iniciado os procedimentos relativos à representação portuguesa na Bienal de Arte de Veneza, lembrando que o processo de selecção se inicia “com a constituição de uma Comissão de Consultores que tem como principal missão identificar os curadores/artistas a convidar para integrarem o concurso limitado”.

Esta comissão foi composta pela curadora Ana Balona de Oliveira, pela artista Ângela Ferreira e pela historiadora de arte Helena de Freitas.

Nova morada

De acordo com o comunicado desta quinta-feira, a representação oficial portuguesa estará este ano localizada no Palazzo Franchetti, “localizado perto da Ponte dell’Accademia, que apresenta uma superfície expositiva de cerca de 500 metros quadrados, distribuídos por várias salas”. Nos últimos anos as representações nacionais na Bienal de Artes e na Bienal de Arquitectura de Veneza fixaram-se no Palácio Giustinian Lolin, onde actualmente decorre a exposição In Conflict, do atelier portuense depA.

A 59.ª Bienal de Arte de Veneza vai decorrer naquela cidade italiana entre 23 de Abril e 27 de Novembro de 2022, com curadoria de Cecilia Alemani. Os países participantes têm até 11 de Janeiro de 2022 para apresentar o projecto à organização.

Em 2019, Portugal esteve representado pela artista Leonor Antunes, escolhida pelo curador João Ribas. A bienal deste ano foi adiada para 2022 devido à pandemia de covid-19.

Fonte: Público

Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Nulled WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
online free course
download mobile firmware
Premium WordPress Themes Download
udemy course download free

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!