Série de ataques e represálias por “motivos étnicos” mata 210 na Etiópia

A EHRC, organismo independente, mas ligado ao Governo etíope, disse ter recolhido testemunhos de residentes da zona de Gida-Kirimu, que culparam o primeiro destes ataques a um grupo rebelde oromo, noticia hoje a agência France-Presse.

De acordo com os testemunhos, “homens armados alegadamente afiliados à OLF-Shane”, o nome utilizado pelas autoridades para se referir ao Exército de Libertação Oromo (OLA), realizaram ataques “motivados por razões étnicas” em 18 de agosto.

“Os residentes locais disseram à comissão que mais de 150 pessoas foram mortas pelos homens armados”, referiu a EHRC num comunicado.

Os ataques, que decorreram depois da “retirada das forças de segurança” deste setor ocidental da região de Oromia, desencadearam represálias que mataram mais de 60 pessoas, acrescentou o organismo independente.

“A EHRC continuará a acompanhar a situação em consonância com as autoridades competentes e salienta a necessidade de uma ação imediata para evitar que o perigoso nível de segurança na área se propague às áreas vizinhas e crie uma nova crise humanitária”, refere o documento.

Na manhã de hoje, o OLA negou a responsabilidade pelos recentes ataques contra civis na área e pediu uma “investigação independente por parte das Nações Unidas ou de qualquer outra parte relevante”, falando em “factos distorcidos

Fonte: Notícias ao Minuto

Premium WordPress Themes Download
Download Premium WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
udemy free download
download xiomi firmware
Download WordPress Themes Free
lynda course free download

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!