Dia de protestos no Brasil. Manifestantes furaram bloqueio de segurança na madrugada

Foto: Marcelo Camargo

Madrugada marcada por furo do bloqueio de segurança na Praça dos Ministérios

Milhares são esperados nas ruas de Brasília, São Paulo e dezenas de outras cidades do Brasil, neste Dia da Independência em que apoiantes pró-Jair Bolsonaro saem à rua para criticar o Supremo Tribunal Federal.

O dia está envolto em tensão, com uma grande mobilização do aparato policial por receios de que surjam episódios de violência. A madrugada ficou já marcada por uma invasão de alguns manifestantes pró-Bolsonaro, que furaram o bloqueio de segurança montado na Esplanada dos Ministérios, na capital do país.

O Presidente irá discursar em Brasília a qualquer momento. Espera-se outro discurso de Bolsonaro a meio da tarde, em São Paulo.

Camisolas verdes e amarelas e cartazes em inglês

Apesar dos incidentes da noite passada, por enquanto tudo continua tranquilo. Os manifestantes pró-Bolsonaro enchem as ruas vestidos de amarelo e verde e trazem consigo muitos cartazes escritos em inglês e noutras línguas, com o objetivo de serem captados pelos órgãos de comunicação estrangeiros.

Gritos de “Fora, Bolsonaro” e buzinadelas perto da Avenida Paulista

Apesar da acalmia, vão-se registando momentos pontuais de tensão. A Folha de S. Paulo dá conta de que, perto da Avenida Paulista (São Paulo), moradores da zona gritaram “Fora, Bolsonaro” aos manifestantes, que responderam com gritos e buzinadelas. O jornal fala num “princípio de confusão”, mas garante que os dois grupos se separaram rapidamente.

Ex-campeão de F1 conduz Bolsonaro a cerimónia do hastear da bandeira

Jair Bolsonaro irá a qualquer momento falar aos manifestantes em Brasília. Antes disso, o Presidente esteve na cerimónia do hastear da bandeira, para assinalar este Dia da Independência.

Bolsonaro deu nas vistas na chegada à cerimónia, já que o seu Rolls-Royce presidencial — que costuma levar os presidentes a cerimónias oficiais particulares e à tomada de posse — vinha a ser conduzido por Nelson Piquet, antigo tri-campeão de Fórmula 1.

O Presidente partiu depois de helicóptero do Palácio da Alvorada. Dirige-se para a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, onde deverá discursar aos manifestantes.

Eduardo Bolsonaro: “Se nos queriam intimidar, o tiro saiu pela culatra”

Um dos filhos do Presidente, Eduardo Bolsonaro, declarou à edição brasileira do El País que sobrevoou de helicóptero com o pai a Praça dos Ministérios e garantiu que a manifestação pró-Presidente tinha muito mais gente do que a contra-manifestação: “Se nos queriam intimidar, o tiro saiu pela culatra”, afirmou.

Presidente do Senado pede “absoluta defesa” do Estado de Direito

Rodrigo Pacheco, senador e presidente do Congresso, aproveitou para se pronunciar sobre a manifestação no Twitter: “Ao tempo em que se celebra o Dia da Independência, expressão forte da liberdade nacional, não deixemos de compreender a nossa mais evidente dependência de algo que deve unir o Brasil: a absoluta defesa do Estado Democrático de Direito”, escreveu.

A mensagem de Pacheco surge num momento em que Bolsonaro radicaliza o discurso contra instituições, nomeadamente o Supremo Tribunal Federal. 

Fonte: Observador

Download WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
udemy course download free
download xiomi firmware
Download WordPress Themes Free
udemy course download free

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!