DGS dá luz verde à vacinação de crianças entre os 5 e 11 anos

Foto: Canva Images

Portugal vai avançar com a vacinação contra a covid-19 de crianças entre os cinco e os 11 anos. A Direção-geral da Saúde (DGS) anunciou, esta terça-feira, que aceitou as recomendações da Comissão Técnica de Vacinação contra a COVID-19 (CTVC).

Confirma-se também que a DGS aceitou seguir a recomendação dos especialistas, no sentido de ser dada prioridade a crianças com doenças crónicas.

“A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda a vacinação das crianças entre os 5 e os 11 anos, com prioridade para as crianças com doenças consideradas de risco para COVID-19 grave. A vacina a utilizar será a Comirnaty, que tem parecer positivo da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para a formulação pediátrica, à data”, lê-se no comunicado.

Sustenta da DGS que “o número de novos casos (…) em crianças tem vindo a aumentar” e que, apesar de se manifestar de forma “geralmente ligeira” nestas faixas etárias, existem também “formas graves de COVID-19 em crianças”, sendo “o risco de hospitalização maior em crianças com doenças de risco“, ainda que, vinca a DGS, “muitos dos internamentos ocorrem em crianças sem doenças de risco”.

O comunicado, a que a SIC Notícias teve acesso, refere ainda que esta “recomendação pode ser alterada sempre que se justifique, nomeadamente, caso venham a ser conhecidos mais dados sobre novas variantes”.

Quanto à data para o arranque da vacinação nesta faixa etária, a DGS remete mais esclarecimentos para uma conferência de imprensa a realizar na próxima sexta-feira, dia 10 de dezembro.

VACINAS CHEGAM JÁ NO INÍCIO DA PRÓXIMA SEMANA

Em Portugal, há cerca de 630 mil crianças dos cinco aos 11 anos. O país já comprou 700 mil doses da vacina ao consórcio farmacêutico BioNTech/Pfizer, prevendo-se que as primeiras 300 mil cheguem já na próxima segunda-feira, dia 13, antes da data prevista.

O Governo não se compromete com uma data para iniciar a vacinação, mas a SIC Notícias sabe que a intenção é administrar a primeira dose antes do reinício do segundo período, que foi adiado para a segunda semana de janeiro.

A incidência de infeções do coronavírus em crianças com menos de dez anos está a crescer desde o final de outubro, sendo a faixa etária que apresentou um valor mais elevado na última semana.

Segundo a última análise de risco da pandemia das autoridades de saúde, divulgada na sexta-feira, o grupo etário com incidência cumulativa a 14 dias mais elevada correspondeu às crianças entre os zero e os dez anos, com 597 casos por 100 mil habitantes.

Fonte: SIC Notícias

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
online free course
download xiomi firmware
Download WordPress Themes Free
download udemy paid course for free

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!