Militares da GNR filmaram-se a torturar imigrantes em Odemira

Foto: expresso

Analisadas as imagens, o Ministério Pública não tem dúvidas: “Faziam-no em manifesto uso excessivo de poder de autoridade que o cargo de militar lhes confere.” Mais: “Todos os arguidos agiram com satisfação e desprezo pelos indivíduos”, lê-se num despacho de acusação de 10 de novembro deste ano e ao qual a CNN Portugal e a TVI tiveram acesso.

As provas foram apreendidas em 2019 pela Polícia Judiciária, quando recolheram os telemóveis a cinco militares do posto da GNR de Vila Nova de Milfontes, Odemira, suspeitos de alegados maus tratos a imigrantes. A Polícia Judiciária de Setúbal já investigava os cinco militares por factos parecidos.

Um desses telemóveis, de um guarda de 25 anos, revelou as imagens que a CNN e a TVI agora publicam. São sete vídeos, no total, e mostram cenas de violência, insultos xenófobos, humilhações e incidentes de tortura física contra vários trabalhadores na região, que absorve principalmente mão-de-obra dedicada à agricultura, do Bangladesh, Paquistão e Nepal. Segundo se pode ver nos vídeos recolhidos pela PJ, os elementos da GNR montaram falsas operações stop para “apanhar” os imigrantes. Um deles é levado para um descampado à noite e torturado com gás pimenta, que os militares o obrigaram a inalar pela boca e pelo nariz através do tubo do aparelho de medição de taxa de alcoolemia, conhecido como “teste do balão”.

A procuradora do Ministério Público também não parece ter dúvidas sobre os motivos destes atos: “Ódio claramente dirigido às nacionalidades que tinham e apenas por tal facto e por saberem que, por tal circunstância, eram alvos fáceis.”

Das vítimas identificadas nas imagens, uma já morreu de acidente e outras terão saído do país.

Fonte: Expresso

Download Nulled WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Nulled WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy paid course
download xiomi firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
lynda course free download

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!