Secção da Grande Muralha da China desaba após terramoto de 6,9 graus Richter

Foto: Reprodução/Sapo

Uma secção de dois metros da Grande Muralha da China desabou devido ao terramoto de 6,9 graus na escala de Richter que sacudiu o noroeste do país no passado sábado, informou esta terça-feira a imprensa oficial chinesa. De acordo com o jornal estatal ‘Global Times’, o trecho destruído data da Dinastia Ming (1368-1644) e encontra-se na província de Gansu, a 114 quilómetros do local do epicentro do tremor

A zona foi vedada provisoriamente e os trabalhos de reconstrução e restauração já começaram, acrescenta o jornal.

O terramoto, que fez colapsar uma porção do monumento mais emblemático da China, aconteceu no passado sábado numa zona de “população dispersa” da remota província de Qinghai, que com perto de 6 milhões de habitantes é uma de menos povoadas do país.

Além do colapso da muralha, de alguns estábulos e danos em mais de 200 casas, o sismo não provocou grandes perdas materiais ou vítimas mortais.

Nove pessoas ficaram feridas, oito das quais receberam alta no dia seguinte, e 65 foram realojadas temporariamente.

A Grande Muralha, Património Mundial da UNESCO desde 1987, é composta por secções que originalmente não estavam ligadas, construídas por pequenos estados para se defenderem das invasões vindas do norte.

Foi o autoproclamado primeiro imperador da China, Qin Shi (221-210 A.C.) que decidiu juntá-los, ligando um trecho de milhares de quilómetros que impediu as hordas mongóis de arqueiros a cavalo de acederem facilmente ao império.

Fonte: Multinews Sapo

Download WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
lynda course free download
download redmi firmware
Download WordPress Themes Free
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!