DGS admite fim do isolamento para casos assintomáticos e uso de máscara apenas em situações de maior risco

Foto: Daniel Rocha

A diretora-geral da Saúde admitiu esta quinta-feira a possibilidade do fim do isolamento para os casos positivos de covid-19 assintomáticos. Graças Freitas coloca também a hipótese do uso de máscara ser exigido apenas em situações de maior risco. Estas questões estão a ser avaliadas pela comunidade científica.

Graça Freitas, em relação à dispensa de isolamento, explica que é “para os casos positivos, para os doentes, não. Os doentes continuam a ter direito ao isolamento, estão no auge da transmissibilidade”, afirmou em entrevista à CNN Portugal, acrescentado que pode “haver uma redução dos dias de isolamento”, assim como “outras medidas para os contactos”.

No entanto, Graça Freitas diz estar a ser “cautelosa” e que o desenvolvimento da situação da pandemia em Portugal vai condicionar a evolução do alívio das restrições. A diretora-geral da Saúde alerta que “não se pode deixar de repente todas as medidas para reduzir a transmissibilidade”.

No caso do uso das máscaras, Graça Freitas exemplifica que pode ser reservado apenas para determinadas alturas: “Se houver um alívio da epidemia, podemos reservar, por exemplo, o uso das máscaras para uma altura em que estivermos outra vez a subir na sazonalidade”

Portugal está numa “fase de transição”, perante uma variante que tem as “características que tem”, e Graças Freitas explica, que tal como está a acontecer noutros países, está a ser projetado o que vai acontecer nos próximos meses e analisado como podem ser aliviadas medidas.

CASA ABERTA PARA AS CRIANÇAS NO PRÓXIMO FIM DE SEMANA

Depois do apelo feito aos pais e educadores para vacinarem as crianças, Graças Freitas anunciou que no próximo fim de semana haverá casa aberta para esta faixa etária até às 13:00.

“Se os pais não as autoagendarem até à data da vacinação, quer no sábado, quer no domingo, até às 13:00 vamos ter regime de casa aberta para as crianças, neste caso são os pais, que quiserem iniciar a vacinação”, esclarece Graça Freitas.

Os dias 5 e 6 de fevereiro são dedicados à vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos.

O principal objetivo do próximo fim de semana é completar a vacinação das primeiras crianças a serem vacinadas, ainda durante o mês de dezembro. “As crianças que não estão a recuperar da doença ou se não estão doentes vão receber uma SMS e podem ir fazer a vacina”, esclarece a diretora-geral da Saúde.

No caso de ser a primeira dose, o agendamento da vacina pode ser feito no site do Ministério da Saúde dedicado à covid-19.

Fonte: SIC Notícias

Free Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Premium WordPress Themes Download
Premium WordPress Themes Download
udemy free download
download lava firmware
Download WordPress Themes
udemy paid course free download

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!