“Os cidadãos dos EUA devem sair já” da Ucrânia: O alerta de Biden aos compatriotas

Joe Biden pediu aos cidadãos norte-americanos que vivem na Ucrânia para abandonarem este país no leste da Europa o mais rapidamente possível. O alerta surgiu numa entrevista do Presidente dos Estados Unidos à NBC, esta quinta-feira.

“Os cidadãos dos EUA devem sair já”, afirmou Biden, justificando a recomendação com a perceção de que “as coisas podem ficar más muito rapidamente”. O chefe da Casa Branca acredita que uma invasão russa da Ucrânia pode estar iminente.

Reforço da presença militar do lado ucraniano
A ajuda militar vai chegando, entretanto, ao leste da Europa. Na semana passada, os EUA anunciaram que iam enviar 3 mil soldados norte-americanos para a Roménia, Alemanha e Polónia e Ucrânia, sob a bandeira da NATO, para responder às tropas russas num possível ataque.

Washington enviou também material militar que já está a ser usado nos exercícios pela infantaria ucraniana na região leste do Donbass, onde decorre há oito anos um conflito com grupos separatistas pró-russos.

A luta pela sobrevivência na zona do conflito separatista no leste da Ucrânia
Fogo cruzado entre Rússia e NATO
As imagens de satélite mostram que a Rússia está a mobilizar tropas em todas as frentes na fronteira ucraniana, mas também há registos a revelar atividade militar em conjunto com Bielorrússia, o que preocupa os Países Bálticos.

Gitanas Nauseda, Presidente da Lituânia, diz que a NATO “tem de estar pronta para agir rápida e decisivamente na região”. O chefe de Estado lituano sublinha a “prontidão militar dos aliados e a presença na região” como “elementos-chave de dissuasão”.

“Pressão psicológica”, diz Volodymyr Zelensky
O presidente ucraniano diz que a Rússia está a fazer “pressão psicológica” com as tropas na fronteira.

“As tropas que se acumulam perto das nossas fronteiras constituem um meio de pressão psicológica por parte dos nossos vizinhos”, disse o Presidente ucraniano, adiantando que a ameaça na região não é de agora. ““Não há nada de novo. No que diz respeito aos riscos, eles existem e nunca deixaram de existir desde 2014”, acrescentou Zelensky.

A Rússia, por outro lado, fala exercícios militares que duram até dia 20 de fevereiro.

Fonte: Euronews

Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
lynda course free download
download karbonn firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy course

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!